Esta receita é uma criação da Sinhá. A Laranjinha Kinkan tem na sua casca o sabor adocicado e inigualável de cítrico que é uma delícia. Rica em pectina, é uma frutinha que remete aos japoneses imigrantes do Brasil. Pouco conhecida é uma laranja que deve ser consumida in natura com casca e tudo, sendo uma experiência diferente a degustação in antura da kinkan.

A Habanero é uma pimenta mexicana que não brinca em serviço, ela é mais ardida que a malagueta e tem seu sabor marcante bem característico. Essa pimenta arde até no cheiro.

As duas, Kinkan e habanero, juntas, fazem a fome e a vontade de comer com esta geleia. De consistência marcante e muito firme, tem notas cítricas contrastando com o ardor de sabor e aroma da habanero. Ao fundo o doce harmoniza bem esta geleia que pode se mostrar “diferentona” se servida na torradinha comum.

Essa geleia foi pensada para acompanhar carnes de peixes e frango, preenchendo a boca e complementando bem o sabor com o salgado. A textura fica por conta das rodelas de Kinkan e pedacinhos de Habanero que são deixadas propositalmente na receita depois de pronta, é uma explosão de sabor quando mordidas.

No retrogosto o aroma que salta é o ardido da habanero com notas leves de cítrico.

Ela pode e deve acompanhar qualquer tipo de carne branca, mas nada impede que a use no trivial.

Para uma degustação inusitada, experimente fazer um molho para saladas cruas com esta geleia, mostarda e shoyu.

Fique livre e aproveite esta geleia da maneira que melhor lhe provier.

VOLTAR