Esta receita é uma adaptação de receitas americanas. É uma geleia idealizada para pessoas que preferem a suavidade, o sabor e aroma mais amenos.

O pêssego com toda a sua suavidade e perfume estonteante se junta com a aromatização da baunilha em um casamento muito interessante. O pêssego é usado fresco para preparar a base e depois são adicionadas as favas de baunilha. A geleia tem o gosto bem diferente, que muda de acordo com a temperatura.

Se consumida a temperatura ambiente nota-se muito bem a presença da baunilha, que enche a boca, se consumida gelada nota-se mais a presença levemente azedinha do pêssego, da fruta.

O retrogosto é forte da baunilha e de pele de pêssego. A sua consistência é mediana, quase ficando um purê.

Como aspecto decorativo deixamos uma “parte” da fava de baunilha dentro de cada vidro, fortalecendo ainda mais os aromas da geleia durante o tempo de guarda e consumo.

É uma geleia excelente que pode e deve ser apreciada com qualquer coisa. Para uma degustação inusitada, experimente esta geleia acompanhando bolachas tipo champanhe (ou “champagne”).

A degustação é livre e aproveite da maneira que melhor lhe provier.

VOLTAR